Soldadura

Soldadura

Nas aplicações de soldadura termoplástica, as oscilações mecânicas são transmitidas sob pressão à peça de plástico a soldar. Estas oscilações geram uma agitação molecular no termoplástico, que devido ao seu alto grau de absorção gera, por sua vez, a temperatura local adequada. O aumento de temperatura origina ainda mais aquecimento por vibração, com o qual o processo é acelerado. O resultado é uma soldadura limpa e muito rápida, normalmente inferior a um segundo.

Na soldadura ultrassónica encontramos habitualmente dois tipos de aplicações:

Soldadura mediante guia de energia. Este tipo de soldadura é utilizado para unir uma grande diversidade de peças pelo seu excelente aspeto, grande resistência mecânica e estanqueidade, se assim for necessário. O guia de energia proporciona um volume específico de material para fundir, de forma a proporcionar uma boa resistência, sem rebarbas excessivas, também devido ao seu design, dificulta a passagem de energia da peça superior para a peça inferior, provocando um aquecimento na zona de contacto entre ambas e produzindo, desta forma, a fusão e soldadura das duas partes.

 

Soldadura por pontos. Este tipo de soldadura é utilizado para a união de superfícies planas e baseia-se na penetração do sonotrodo pela peça inferior, ficando ambas unidas pela zona de penetração.